Daslu, 284

25 nov

284-peq

A Daslu lança hoje a 284, marca assinada por Bernardino, Luciana e Marcella Tranchesi e Helena Bordon, terceira geração da vitrine nacional da moda (para poucos).  Mais jovem e “acessível” (e este acessível é relativo. Bem relativo…), a 284 segue o conceito do urban wear: roupas para o dia-a-dia, mas com informação de moda, “revelando com irreverência a visão de quem vê a moda como uma forma de expressão”.
Dizem os herdeiros que vão oferecer produtos mais baratos (e este barato também deve ser relativo…), porém com as mesmas qualidades das outras marcas de luxo da loja. A 284, que venderá roupas masculinas e femininas, terá camisetas, calças jeans, camisas, vestidos para festas e acessórios cujos preços vão variar de R$90 a R$800. Além do calendário das quatro estações do mercado da moda, a 284 promete trazer novidades a cada 15 dias, seguindo a tendência do “fast fashion”, proposto por lojas como Zara e H&M, por exemplo. (E tô achando que a Hering pode enveredar pelo mesmo caminho… É só ver as transformações que a empresa catarinense – e do mundo – vem apresentando nos últimos tempos… Observemos!).
A nova loja dentro da Villa Daslu vai ocupar uma área de 300m², com dois andares interligados por escada rolante. Os consumidores vão poder encontrar ali também edições especiais e exclusivas dos calçados Melissa, Converse e Havaianas. 
Uma das coleções lançadas agora é a Naomi 284, inspirada no acervo pessoal que a top britânica Naomi Campbell reuniu em suas duas décadas de carreira internacional. Obviamente, a própria top atua como garota-propaganda de sua linha. A campanha foi clicada por Gui Paganini com direção de arte de Giovanni Bianco. Em entrevista à Folha de São Paulo da última sexta-feira, Naomi disse acreditar que oferecer produtos mais acessíveis é uma tendência irreversível da moda… (Hmmm…Observemos isso também).

1212431_vogue_naomi_para_284_vogue_334_469
Ah, o nome da nova grife, que terá como público-alvo jovens entre 15 e 30 anos, é uma homenagem ao endereço original da antiga loja da Daslu que ficava no número 284 da Rua Domingos Leme, no bairro de Vila Nova Conceição, em São Paulo.
Aliás, falando em números, mas voltando para o mundo real, lembrei que quero ver o filme Última parada: 174. Eu vi o documentário, anos atrás, mas o filme do Bruno Barreto not yet. Deve ser bom, mas não menos triste. Este caso (o sobrevivente da Chacina da Candelária que se torna o vilão/vítima anos depois) é uma “vitrine” fiel da realidade nacional.

Fontes: Daslu, Folha de São Paulo e Gazeta Mercantil

Anúncios

3 Respostas to “Daslu, 284”

  1. cristina castro dezembro 18, 2009 às 6:51 pm #

    lindíssimo!!!!!

  2. cristina castro dezembro 18, 2009 às 6:52 pm #

    arrazo total!!!!!

  3. izabella maciel dezembro 21, 2009 às 9:52 pm #

    A 284 vai bombar em CWB. O Marcos Slaviero, q vai comandar é TUDO!AMOOO toda a coleção… desde a proposta até qq coisa 284… vamos tralhar juntos na divulgação… q tal? Aguardo retorno,

    Att.

    Izabella Maciel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: