Arquivo | janeiro, 2009

E a moda?

30 jan

Nem a mini, mas mega multicolorida Carmen Miranda, que serviu de inspiração para a última SPFW (18 a 23/01) e ressurgiu nos corredores do prédio da Bienal de São Paulo, conseguiu clarear a escuridão das passarelas da maior semana de moda da América Latina. Salvo raras exceções, o que se viu foi preto. Muito preto. As coleções de inverno geralmente são mais sóbrias (o que é super normal e esperado), mas desta vez até a imprensa internacional que veio cobrir o evento, chiou, afinal, queria ver a moda colorida do Brasil! Moda “com cara de Brasil” (não sei o que é isso e nem se existe, mas tudo bem…).

Até Lino Villaventura foi de preto na coleção Inverno 2009

Até Lino Villaventura foi de preto na coleção Inverno 2009

Mas é culpa de quem o preto ser eleito como a cor do inverno 2009 por praticamente todos os estilistas? Dela, claro. Sempre ela. A tal da crise. Nem a moda passa incólume (!) à dita cuja. O momento atual é de tensão, apreensão e perspectivas nada otimistas ao redor do mundo. E como a moda nada mais é que um retrato da realidade e nasce de acordo com o que se vê nas ruas, o resultado não podia ser outro. Roupas sóbrias, escuras, mais simples e sem exageros – como já apontava a tendência Grau Zero (citada aqui no Ateliê em novembro de 2008).

Não se sabe ao certo o que vai acontecer com a gente, com a economia, com a vida e com o Planeta no qual vivemos diante de um cenário tão feio e sinistro, também não é possível prever o caminho que vai trilhar a moda. Portanto resolvi olhar pra trás e relembrar o que aconteceu com as roupas quando aconteceu a última grande crise econômica mundial. Foi mais ou menos assim:

Após uma década de euforia, a alegria dos “anos loucos” chegou ao fim com a crise de 1929. A queda da Bolsa de Valores de Nova York provocou uma crise econômica mundial sem precedentes. Milionários ficaram pobres de um dia para o outro, bancos e empresas faliram e milhões de pessoas perderam seus empregos.

Em geral, os períodos de crises não são caracterizados por ousadias na forma de se vestir. Diferentemente dos anos 20, que havia destruído as formas femininas, os 30 redescobriram as formas do corpo da mulher através de uma elegância refinada, sem grandes ousadias.

As saias ficaram longas e os cabelos começaram a crescer. Os vestidos eram justos e retos, além de possuírem uma pequena capa ou um bolero, também bastante usado na época. Em tempos de crise, materiais mais baratos passaram a ser usados em vestidos de noite, como o algodão e a casimira.
O corte enviesado e os decotes profundos nas costas dos vestidos de noite marcaram os anos 30, que elegeram as costas femininas como o novo foco de atenção. Alguns pesquisadores acreditam que foi a evolução dos trajes de banho a grande inspiração para tais roupas decotadas.
(…)
A mulher dessa época devia ser magra, bronzeada e esportiva, o modelo de beleza da atriz Greta Garbo. Seu visual sofisticado, com sobrancelhas e pálpebras marcadas com lápis e pó de arroz bem claro, foi também muito imitado pelas mulheres. 

Greta Garbo

Greta Garbo

É, vamos ver o que reserva o futuro para os nossos guarda-roupas…

Fonte: http://almanaque.folha.uol.com.br/anos30.htm

Anúncios

HOJE TEM!

28 jan

 1232929764718_f

Da série “prestigiando os amigos” – tanto a assessoria de imprensa do evento (obrigada, Jésica!) quanto as atrações de hoje:

Aerocirco encerra programação dos pockets shows do Floripa Tem
Apontado pelos críticos como o novo olhar sobre o rock local*, o grupo se apresenta na embaixada do evento da Beira-Mar Norte na tarde desta quarta-feira

Amanhã  Hoje é dia de espetáculo na Beira-Mar Norte! Para encerrar os pocket shows do Floripa Tem, o Aerocirco promete embalar o pôr do sol da Ilha** com o seu rock de “Ser quem sou” e outros sucessos que seguem sempre este mesmo lema autêntico***. Mais uma vez, a abertura do som será por conta dos clássicos da playlist de Marcos Espíndola, com o melhor do falcatrue – “falcatrua sincera”, estilo criado pelo DJ e colunista do Diário Catarinense. A apresentação começa às 18h, na embaixada do evento da Beira-Mar Norte. 
Além de encerrar os shows no trapiche, os catarinenses do Aerocirco também abriram a programação do Floripa Tem Bandas da Ilha, na Célula Cultural, no início do mês, quando também lançaram o quarto CD do grupo. Um dos grandes destaques do seu repertório, a música “Como vai”, do primeiro álbum da banda, é tema do quadro Cena Mágica, do Fantástico****.
Para o curador musical do Floripa Tem, Gastão Moreira, eventos que estimulem bandas locais são fundamentais para o desenvolvimento cultural de Santa Catarina. “É muito bom ter um evento como o Floripa Tem trazendo bandas locais, valorizando o trabalho que as bandas daqui fazem”, explica o curador*****. 

(******)

Toda a programação do evento pode ser consultada no site www.floripatem.com.br.
 
Serviço:
O quê: Pocket show com Aerocirco e DJ Marcos Espíndola
Quando: 28/01, às 18h
Onde: Embaixada do Floripa Tem na Beira-Mar Norte, próximo ao trapiche
Quanto: gratuito

 

Notas da blogueira:
*hummmmmmmm
** tomara que não chova!
*** espero que desta vez role Incontrolável. Obrigada.
**** é verdade. Já escutei algumas muitas vezes.
***** sim, bandas já com um tempinho na estrada, com experiência, qualidade e tals. Ao contrário de umas meninas de 15 anos (16?) que aparecem de vez em quando e são endeuzadas por… Por que mesmo?!
****** parágrafo muito jabá Jé, perdoa, cortei. Hahahaha. Que legal estar do outro lado!

TPM MASCULINA?

27 jan

Ao ouvir certa rádio hoje pela manhã fui surpreendida por um locutor/jornalista/apresentador que me pareceu um tanto quanto bravo.  Ainda mais sem poder ver a expressão dele, tirei minhas conclusões pelo tom de voz, sua entonação, etc. Disse coisas mais ou menos assim o Sr. Irritadinho:

– Bom dia caros ouvintes. Mais um programa tal começando, agora são 9 horas da manhã, 27 de janeiro de 2009. É, 9 horas, hora de acordar… Não acordou ainda? Tá dormindo no quarto geladinho, debaixo do cobertor, com ar condicionado ligado? Pois desligue o ar condicionado. Tá na hora de acordar (…).

(Hmmm? Cada um sabe de si?! Não?!)

– Temperatura agora na casa dos 22°C. Temperatura externa né… Porque aqui dentro do estúdio, 12°C.

(Neste momento percebi um ar de discórdia na fala dele… Estaria ele com frio e com mau humor por causa disso? Pô, também 12°C é pra matar né?! Eu estaria brava, com certeza).

Aí, continuando a prestação de serviço climática soltou, enfático:

– Lá fora uma chuvinha fina, fria e chata!

(Revoltado, será?! Se fosse uma mulher teria a desculpa da TPM né… Mas ele não tinha, ou tem?)

Sem contar que depois de uma entrevista, da qual ele não conseguiu tirar da fonte a resposta que queria por não ter lembrado um termo específico para elaborar de maneira correta a sua pergunta, ele disse algo like this:

– Pois é, fiquei sem resposta. Se não sei perguntar, também não tem resposta. É, isso aí…

(Medo).

Bom exemplo

26 jan

Bares, boates e afins de Floripa, sigam o exemplo da Célula Cultural. Não sei desde quando esta regra tá valendo, mas na última sexta fiquei sabendo que é proibido fumar lá dentro – ambiente até espaçoso, but, fechado! Fumantes podem alimentar seu vício só do lado de fora, na rua. Minha saúde, cabelos e roupas (que continuam cheirosos atééé o fim da noite), agradecem. Merci.

NOVIDADES

22 jan

Da série “prestigiando clientes Em Voga”:

Panvel Vert Pool Party
A rede de farmácias Panvel vai apresentar o novo posicionamento da linha de cosméticos Vert e de produtos feitos à base de Guaraná no próximo domingo (25/01) no P12, em Jurerê Internacional, no Panvel Vert Pool Party. Também fazem parte desta linha, as essências de Maracujá, Pitanga, Chá Verde, Buriti, Oliva, Verbena e Castanha. Todos estes elementos vão poder ser conferidos de perto pelas cercas de mil pessoas esperadas: seja experimentando cremes, recebendo massagem nos pés ou provando os coquetéis de frutas que serão servidos durante todo o dia.

Com 250 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a Panvel é uma das maiores redes de farmácias do país e líder do segmento no RS. A empresa emprega mais de 3 mil funcionários e totaliza 25 milhões de clientes ao ano. A Panvel oferece cerca de 15 mil itens, entre medicamentos e perfumaria, nacionais e importados e 400 produtos de marca própria. Só em SC, a rede tem 25 filiais. A expansão no estado catarinense começou em 2007 com a abertura de nove unidades instaladas em diversas regiões. Em 2008 foram mais oito inaugurações. Somente no último semestre, a rede inaugurou seis lojas, com investimento de R$1 milhão e contratou 70 novos funcionários.

pack-vert-guarana

Depyl Action em Floripa
A Depyl Action, casa especializada em depilação, abriu em Florianópolis sua primeira loja em Santa Catarina. Com mais de 50 unidades em todo o Brasil e uma na Venezuela, a loja de SC possui localização privilegiada, na região central da cidade ao lado do Beiramar Shopping. Diferente dos salões de beleza e clínicas de estética convencionais, a Depyl Action possui nove salas dedicadas exclusivamente à depilação e os clientes não precisam marcar hora para serem atendidos.
 
A empresa possui um mix de serviços de depilação para várias áreas do corpo, tanto para homens quanto para mulheres, e oferece trabalhos diferenciados, como a depilação artística (desenhos na região pubiana). A rede também possui programas de fidelidade, que incluem sistema de pontuação gerando descontos, e promoções especiais para aniversariantes.
 
O coquetel de inauguração, comandado por Marcelo Fagundes e Giuliana Brandão, da MFP Eventos, será na próxima segunda, dia 26, na própria loja. Quem quiser conhecer, dá uma passadinha por lá: Rua Germano Wendhausen, 164. A casa abre de segunda a sábado e o telefone para contato é o (48 ) 3207-6988.

depyl-logo
Fonte: Em Voga Comunicação (ah, é?!)

TAM Conexão Moda

21 jan

conexao-tam

Do site da TAM:

TAM lança site especializado em moda

TAM ConexãoModa vai oferecer conteúdo para o público que  respira, vive, trabalha e gosta de moda
São Paulo, 19 de janeiro de 2009 – A TAM Linhas Aéreas lança hoje o site TAM Conexão Moda, novo projeto da companhia no segmento, que tem como objetivo levar informações relevantes e comunicar-se com o público antenado no mundo fashion. No endereço www.tamconexaomoda.com.br, os visitantes encontrarão notícias sobre a edição Inverno 2009 da São Paulo Fashion Week, o maior evento de moda da América Latina, além de dicas e reportagens sobre o tema.
“Iniciamos o apoio à moda brasileira em 2005. Agora, vamos criar um espaço virtual e permanente para reunir informações sobre o assunto. Acreditamos que moda é uma importante manifestação cultural, que merece um projeto especial como esse”, afirma Manoela Amaro, diretora de Marketing da TAM.
O conteúdo do site será dividido em três grandes áreas: “Especial SPFW Inverno 09”, “Onde a moda acontece” e “Por dentro da moda”. Em “Especial SPFW Inverno 09”, o leitor encontrará diariamente, durante a 26ª edição do evento, notícias, fotos e vídeos, além de perfis e gifts exclusivos — como papéis de parede — criados pelos estilistas patrocinados pela TAM: Lino Villaventura, Waldemar Iódice e Amir Slama.
Em “Onde a moda acontece”, o foco estará voltado para seis destinos: Nova York, Paris, Milão, Londres, Rio de Janeiro e São Paulo. A cada bimestre, estará disponível no site uma experiência multimídia, com um guia interativo dos locais mais lembrados quando o assunto é moda. Além disso, mapas, podcasts, roteiros e dicas interessantes do universo fashion da cidade estarão disponíveis para download no website ou mobile site.
Já no link “Por dentro da moda”, além de novidades e reportagens sobre o que acontece no mercado, haverá um calendário dos eventos do setor no Brasil e no mundo.
O site TAM Conexão Moda trará ainda um aplicativo especial, chamado Trend TAM, que reúne em um só lugar informações, tendências, notícias do mercado e posts das principais fontes de conteúdo do universo da moda no mundo.
O serviço pode funcionar por meio de duas plataformas: o usuário faz o download do aplicativo desktop no site, instala em seu computador e passa a receber as informações em tempo real, podendo selecionar os veículos e blogs que mais lhe interessam como fonte de informações; e haverá ainda uma versão mobile, em que o acesso é feito por meio de um endereço especial no iPhone ou smartphone. O aplicativo do serviço Trend TAM também será distribuído nas primeiras filas dos desfiles dos estilistas que a marca patrocina na SPFW (Lino Villaventura e Iódice) e no lounge da TAM.

____________________________________________________________________
Se forem conferir o TAM Conexão Moda, baixem os papéis de parede de Amir Slama, Valdemar Iódice e Lino Villaventura. Lindos!

Capricornianas

20 jan

capricornio

Já que o ciclo de Capricórnio acaba hoje, 20 de janeiro, publico aqui um texto sobre as representantes deste signo. Recebi por e-mail e infelizmente não tinha a autoria, mas confesso que adorei. É muito muito muito assim mesmo. Com exceção da parte de negociar e “tirar leite de pedra” (no meu caso, claro), é perfeito. Pelo menos é o que achou a dona deste Ateliê – capricorniana com ascendente em câncer.

 

“São tantas as capricornianas que fazem carreira, que você pode pensar que, para elas, o amor e o casamento vêm em segundo plano. No que se refere ao amor, pode estar certo; quanto ao casamento, não. É necessário que os objetivos desta mulher sejam a segurança, a realização pessoal e a posição social. Pouco importa se essa realização será conseguida trabalhando 12 horas por dia ou ao lado de um marido ambicioso e realizado financeiramente. Mais do que beleza ou a idade, a capricorniana aprecia a capacidade de um homem. Ela, como todos do signo de Capricórnio, é trabalhadora, planeja o futuro com antecedência e não tem medo do trabalho pesado, desde que sirva para sua ascensão financeira. Poucas são as mulheres de Capricórnio que não gostam de brilhantes, ouro ou qualquer outro símbolo de riqueza. Na verdade, elas não apreciam a beleza de uma jóia, mas o quanto vale! Ela corteja o sucesso, sonha com ele, mas dificilmente você a verá abrindo o caminho à força para alcançar o primeiro lugar. Algumas pessoas podem até pensar que ela vai se contentar com o último posto, de tão dócil que parece ser. Mas adivinhem quem vai chegar em primeiro ou conseguir aquela promoção? Ela, claro! E é esse seu jeito meio sonso, essa mania que as pessoas têm de achá-la uma pessoa humilde e desprendida das coisas que faz com que muitos quebrem a cara.

A capricorniana pode se fingir de morta, mas nunca está morta! Quando ela deseja algo, vai em frente, determinada a consegui-lo. Poucas são as coisas que ela não consegue, se estiver realmente interessada. Alguns pensam que ela é ambiciosa, mas se esquecem de que ela é determinada. Negociar com esta mulher é ter uma lição de como conseguir as coisas sem pechinchar e ainda conseguir o melhor preço. Ela não suporta pedir ou implorar nada a ninguém – é muito orgulhosa para isso. Prefere convencer o vendedor da loja que está oferecendo aquele carro por uma pechincha, que seu preço não conseguiu sensibilizá-la em nada. Lembra-se do que eu disse sobre a arte de iludir? Pois, então, a capricorniana vai fazer com que ele se sinta culpado por não dar mais uns 10% de desconto. É incrível como esta mulher consegue convencer as pessoas de que estão fazendo um ótimo negócio ao aceitar seus argumentos.  Se existe alguém que consegue abrir um negócio sem um tostão no bolso, este alguém é de Capricórnio.

Minha mãe, que é de Capricórnio, consegue tirar leite de pedra. Ela consegue pegar mercadorias nas lojas sem dar nenhuma garantia, sem dinheiro e sem conhecer o dono! Depois ela sai para vender tudo pelo melhor preço da praça, paga o lojista, compra jóias, roupas, sapatos e móveis. Sim, minha mãe adora trocar os móveis o tempo todo. Como toda mulher deste signo ela precisa estar mudando seu ambiente para não entrar em depressão. Melhor do que dizer “te amo”, é dizer: “Você é a mulher mais competente que já esteve ao meu lado!” A capricorniana finge que pode viver sem elogios, mas ela simplesmente adora ouvi-los! Principalmente ser forem com relação ao seu trabalho ou ao esforço físico que faz para deixar a casa limpa. Esta mulher adora saber que é admirada pelo esforço que faz. Na verdade, ela gosta tanto de elogios que muitas vezes costuma dar algumas indiretas para ver se alguém se toca e fala alguma coisa. Comece a elogiá-la e vá reparando como sua fisionomia vai mudando conforme as palavras chegam ao seu ouvido. Ela é capaz de fazer várias expressões, todas fingindo humildade, mas no fundo vai estar pulando de alegria. Não se deixe iludir com seu jeito impassível, pensando que está diante de uma pessoa que não sabe o que quer dizer orgulho. Todos os capricornianos são mestres na arte de iludir.Para ser bem direto, ela precisa desesperadamente que lhe digam que é boa, bonita, inteligente, trabalhadora… Ela parece ser mais equilibrada emocionalmente, do que realmente é. Às vezes, seus modos podem convencê-lo de que é tão firme quanto um rochedo e que nada é capaz de atormentá-la. A verdade é que ela é sujeita a muitas crises de mau humor, e essas crises costumam ser bem duradouras. Quando elas resolvem que chegou o momento de reclamar, sai de baixo! Nessas horas, é melhor estar a uns mil quilômetros de distância, para não acabar pagando o pato por tudo que aconteceu de errado com ela nos últimos minutos. Sim, elas podem mudar da água para o vinho, ou melhor, do anjo para o diabo, em poucos minutos, e por qualquer coisinha à toa. Mas não diga que está brigando por nada! Diminuir os motivos do mau humor desta mulher é jogar mais lenha na fogueira!

Parece que ela teve aulas de boas maneiras e etiqueta no ventre da mãe. Uma das coisas mais interessantes nesta mulher é sua natural educação e seus modos graciosos. Mesmo que ela tenha sido criada em um cortiço, com pais ignorantes, você se convencerá de que está diante de uma mulher que teve ótima educação. A despeito de seu jeito muitas vezes delicado e de sua modéstia, esta mulher sabe como dobrá-lo com o dedo mindinho. Não tente vencê-la pelo cansaço; vai acabar descobrindo que ela pode resistir muito mais tempo que você para conseguir o que quer. Ela sabe ser teimosa e persistente quando é preciso”.