Susto

5 abr

Com informações do Diário Catarinense e imagens de Clarissa Antunes (e assistência de Amanda Miranda):

Mais uma vez o domingo pacato e ensolarado do Estreito foi invadido por sirenes a 1000km/h. “Aff…De novo? Outra fuga?!”. Não, desta vez não eram os carros de polícia atrás dos presos do Cadeião, mas sim bombeiros e ambulâncias – muitas. Subiram a Rua Afonso Pena voando e logo depois de passar pelo meu prédio, pararam. O barulho também cessou. “Foi aqui?”. Depois de ir até a sacada e ver o agito, vi que sim, havia sido pertinho, em uma obra que começou há algumas semanas. O estrago parecia grande. E o medo de conferir de perto, também. Sangue? Corpos? Não, obrigada. A repórter da família é outra.

A tal obra é pra construir um “reino” de Testemunhas de Jeová (esse negócio de igreja tá ficando meio perigoso) e estava sendo feita por um mutirão de “fieis”. Mais detalhes aqui

dscn1587

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: